Posts com a tag Lapesca

Benefícios do peixe para a saúde

Os principais benefícios de comer peixe, além de ser uma alimento de fácil digestão, envolve melhorar a memória, a concentração, prevenir doenças cardiovasculares e aumentar as reações anti-inflamatórias do organismo porque o peixe é rico em ômega 3, que é um componente importante para todos estes processos. Além destes benefícios, o peixe também:

  • É fundamental para a formação da pele, cabelos e unhas, pois é riquíssimo em proteínas, Apresentação sem título (89)aproveitadas quase integralmente pelo organismo;
  • Previne a osteoporose, pois tem boas quantidades de vitamina D e cálcio, que fortalecem os ossos;
  • Combate a anemia, pois é uma boa fonte de ferro e vitamina B12, que são nutrientes importantes para a saúde das células do sangue.

Comer peixe faz bem e, por isso, deve-se consumir peixe pelo menos 2 vezes por semana. A preparação do peixe é também importante para a saúde porque, por exemplo, se for fritar o peixe, ele vai ficar menos saudável porque o peixe frito contém gorduras prejudiciais para o organismo. Desta forma, deve-se dar preferência a peixe grelhado, ensopado ou cozido.

Apresentação sem título (91)

 

 

 

 

 

 

 

Informação Nutricional de alguns tipos de peixes

Calorias Gordura Proteínas
Peixes magros
Bacalhau 73,8 0,20 g 18,00 g
Badejo 96,5 2,75 g 17,94 g
Corvina 100 1,20 g 20,80 g
Dourado 80 0,50 g 18,30 g
Garoupa 87 1,21 g 18,03 g
Linguado 87 0,50 g 19,00 g
Pescada 97 1,30 g 20,00 g
Robalo 72 0,30 g 17,20 g
Cherne 81,4 0,38 g 19,90 g
Truta 89,3 1,67 g 18,49 g
Galo 109 2,70 g 19,90 g
Pargo 97 1,30 g 20,00 g
Peixes gordos
Atum 146 5,20 g 24,8 g
Cavala 138,7 7,10 g 18,7 g
Tainha 173 8,96 g 22,87 g
Salmão 211 13,40 g 22,50 g
Sardinha 124 5,40 g 17,70 g
Bagre 178,2 11,40 g 18,90 g
Cação 129 5,40 g 18,80 g

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

 

Regras para combinar vinho e pratos

O Brasil tem uma enorme costa oceânica, são mais de 8 mil quilômetros que se estendem de norte a sul, em mares de águas quentes e frias, garantindo uma variedade de frutos do mar imensa, em preparações não somente regionais, mas também nas tradições francesa, italiana, japonesa e espanhola.

Dessa forma, combinar peixes e crustáceos com vinhos é um desafio divertido, que pode ser vencido se Apresentação sem título (79)deixarmos de lado as caipirinhas e a cerveja e abraçarmos os belos espumantes, rosés e brancos disponíveis no mercado.

Um dos grandes desafios da harmonização é fazer com que tanto a comida quanto a bebida sejam valorizadas, assim é essencial considerar não apenas o peixe ou crustáceo que será comido, mas principalmente a sua preparação, seu tempero e seu molho, pois muitos frutos do mar têm sabor delicado e sutil e é a preparação que lhes diferencia.

Nas técnicas de harmonização existem algumas poucas regras de ouro, principalmente quando ingredientes de difícil combinação estão em primeiro plano. Um bom exemplo disso são os peixes delicados preparados com alcaparras ou azeitonas; eles pedem um vinho muito específico, o espanhol fortificado Jerez, o vinho ideal para pratos em que o sal se sobrepõe a tudo.

Poucas coisas na vida são mais agradáveis do que sentar-se na beira do mar, sentir a brisa no corpo e saborear um aperitivo. Para essas coisas simples, como camarões fritos, ostras e pequenos peixes empanados, uma boa combinação são os frescos e aromáticos Sauvignon Blancs e os Chardonnays sem madeira.

Outra excelente pedida para acompanhar peixes são os vinhos rosés. 

Uma combinação muito tradicional é a das sardinhas na brasa ou em escabeche que devem ser servidas com um Vinho Verde português, fresco e com boa acidez. A quantidade de mineral presente nesse peixe é de muito difícil combinação com praticamente qualquer outro vinho. A sommeliére carioca Deise Novakoswki, no entanto, sugere uma inovação, um italiano Soave Classico, produzido no norte do país.

 

O salmão, que não é pescado por aqui, se popularizou no Brasil através da culinária japonesa e acabou conquistando paladares, fazendo dele presença constante em muitos cardápios. Quando servido cru, em sashimis, pede a combinação de um espumante Brut, que deverá acompanhar bem todos os pratos da culinária japonesa, inclusive os famosos temakis.

 

Mas, se for cozido, assado ou grelhado, o salmão fará bom par com um rosé de boa estrutura, de Portugal ou até mesmo da Espanha, e com um tinto leve do Novo Mundo, como um Pinot Noir e até um Syrah.

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Camarão na manteiga com vinho

Prove essa deliciosa receita de Camarão na manteiga com vinho.

Rápido, prático e muito saboroso.
Assista o modo de preparo no vídeo.

Ingredientes

  • 3 dentes de alho picados
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 maço de salsinha picado
  • 500 g de camarão sem casca
  • Suco de 1/2 limão
  • 5 colheres (sopa) de vinho branco seco
  • Sal e pimenta a gosto

Camarão Lapesca: http://ow.ly/IcZGJ

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Peixe em roseta com arroz integral

Uma receita simples e sofisticada para o seu cardápio.

Prove esse delicioso Peixe em roseta com arroz integral. Apresentação sem título (77)

Ingredientes:

  • 6 filés de pescada branca (cerca de 600g)
  • Sal (a gosto)
  • ½ xícara (chá) de vinho branco
  • 2 dentes de alho
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • Palitos de dente (para prender as rosetas)

Modo de preparo:

  1. Tempere os filés de peixe com sal a gosto. Numa tábua, corte cada filé ao meio, no sentido do comprimento, formando duas tiras. Junte a ponta de uma com a ponta da outra, formando uma tira bem longa.
  2. Enrole a tira sobre si mesma para fazer uma roseta e prenda com palitos de dente. Repita com os outros filés.
  3. Sobre a tábua, descasque os dentes de alho e amasse com a lateral da lâmina da faca.
  4. Numa frigideira com bordas altas, coloque o vinho e leve ao fogo médio. Deixe ferver por 1 minuto para evaporar o álcool (se preferir, cozinhe o peixe apenas em água e caldo de limão).
  5. Junte os dentes de alho, acrescente as rosetas de peixe com a abertura para cima, e complete com água até cobrir a metade das rosetas. Regue o peixe com azeite e deixe cozinhar em fogo alto.
  6. Quando ferver, abaixe o fogo, tampe e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos ou até que os peixes estejam cozidos, mas ainda firmes – não deixe muito tempo no fogo para o peixe não desmanchar.

Como fazer o arroz integral:
Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de arroz integral
  • 2 e ½ xícaras (chá) de água
  • ½ colher (chá) de sal

Modo de preparo:

  1. Numa panela pequena, leve a água ao fogo alto.
  2. Quando ferver, adicione o arroz, tempere com o sal e misture. Abaixe o fogo, tampe e deixe cozinhar por cerca de 20 minutos, até que o arroz esteja cozido e tenha absorvido toda a água. Transfira para uma tigela e reserve.

Para a montagem:
Ingredientes:

  • Chutney de manga
  • Folhas de coentro fresco

Modo de preparo:

  1. Transfira as rosetas de peixe para uma travessa e descarte os dentes de alho.
  2. Aos poucos, regue o arroz com o caldo que se formou na frigideira, misturando com uma colher – ele deve ficar caldoso, mas sem excesso de líquido.
  3. No centro de cada prato, coloque algumas colheradas de arroz integral. Posicione uma ou duas rosetas de peixe sobre o arroz, duas colheradas de chutney e polvilhe com folhas de coentro. Sirva a seguir.

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Benefícios de comer peixe!

As pessoas com mais de 65 anos que comem peixe podem viver, em média, dois anos a mais do que pessoas que não consomem os ácidos-graxos ômega-3 encontrados principalmente nos frutos do mar, sugeriu um estudo de Harvard que analisou dados de 2.700 pessoas com mais de 65 anos.Apresentação sem título (72)

Segundo a pesquisa, pessoas com níveis mais altos de ácidos-graxos ômega-3 também tiveram um risco geral de morrer 27% menor e um risco de morrer de ataque cardíaco 35% inferior ao de indivíduos com as mesmas características, mas níveis sanguíneos da substância inferiores.

Enquanto outros estudos demonstraram um vínculo entre ácidos-graxos ômega-3 e um risco menor de desenvolver doenças cardíacas, esta pesquisa examinou registros de pessoas mais velhas para determinar qualquer vínculo entre o consumo de carne de peixe e o risco de morrer.

Os cientistas analisaram dados de 16 anos de cerca de 2.700 adultos americanos com 65 anos ou mais. Aqueles considerados no estudo não ingeriam suplementos de óleo de peixe de forma a evitar a confusão sobre o uso de suplementos e diferenças na dieta.

As pessoas com níveis sanguíneos maiores de ácidos-graxos ômega-3, encontrados sobretudo em peixes como salmão, atum, halibute, sardinha, arenque e cavala, tiveram os menores riscos de morrer de qualquer causa e viveram, em média, 2,2 anos a mais do que aquelas com níveis baixos das substâncias.

Os cientistas identificaram o ácido docosahexaenoico (DHA) como o mais fortemente vinculado a um risco inferior de doença cardíaca coronariana. O ácido eicosapentaenoico (EPA) foi fortemente relacionado a um risco menor de ataque cardíaco não fatal, enquanto o ácido docosapentaenoico (DPA) foi mais fortemente associado a um risco menor de morrer de acidente vascular cerebral.

peixes-beneficios_vale_esteAs descobertas persistiram quando os pesquisadores fizeram ajustes demográficos, de estilo de vida e dietéticos. “Nossas descobertas sustentam a importância de níveis sanguíneos adequados de ômega-3 para a saúde cardiovascular e sugerem que mais tarde na vida estes benefícios podem na verdade prolongar os anos restantes”, afirmou o principal autor do estudo, Dariush Mozaffarian, professor associado do Departamento de Epidemiologia da Escola de Saúde Pública de Harvard.

“A melhor relação custo-benefício é passar de nenhuma ingestão à ingestão moderada, ou cerca de duas porções de peixes ricos em ácidos-graxos por semana”, disse Mozaffarian.

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Camarão no bafo com alho e azeite

Conheça o famoso Camarão no bafo com alho e azeite. A versão mais gostosa, simples e divertida de comer camarão.

E também a mais fácil de ser feita.

IngredientesApresentação sem título (70)

  • Camarão Pistola, 500 g
  • Alho, 5 dentes
  • Azeite, a gosto
  • Sal, a gosto
  • Pimenta dedo de moça, 1

Modo de Preparo

  1. Em uma panela, de preferência de barro, aqueça o azeite, refogue o alho até soltar o aroma.
  2. Acrescente o camarão, tempere com sal, um pouco mais de azeite e a pimenta dedo de moça.
  3. Tampe a panela e deixe cozinhar no bafo por 15 minutos.

Camarão Lapesca: http://ow.ly/HrTHc

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Salmão com Purê de Mandioquinha

Uma receita muito prática para acrescentar no seu cardápio!

Prove esse Salmão com Purê de Mandioquinha, com um toque especial de Batata Doce com Maracujá.

Só benefícios para sua alimentação!

Salmão Lapesca: http://ow.ly/HrQbH 

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Promoção da Semana!

post_lapesca_janeiro_promo

Não perca essa promoção!

Acesse nosso site e confira: http://ow.ly/BPSsI

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Macarrão com Vieiras.

Para começar o ano comendo bem!

Experimente essa deliciosa receita de Macarrão com Vieiras. Apresentação sem título (63)

Ingredientes

  • 4 colheres (sopa) de azeite, separadas
  • 6 dentes de alho amassados
  • 750 g de tomate pelado com o líquido, picado
  • 1 1 / 2 colher (chá) de sal
  • 1 colher (chá) de pimenta caiena
  • 450 g de macarrão linguine
  • 240 g de camarões frescos pequenos, sem casca e limpos
  • 240 g de vieiras
  • 1 colher (sopa) de salsa fresca picada

Modo de preparo

  1. Em uma panela grande, em fogo médio, aqueça 2 colheres de sopa de azeite e doure o alho. Quando o alho estiver dourado, junte o tomate.
  2. Tempere com o sal e a pimenta caiena. Deixe que ferva, abaixe o fogo e cozinhe por 30 minutos, mexa ocasionalmente.
  3. Enquanto isso, cozinhe o macarrão em água com sal por 8 a 10 minutos ou até que esteja al dente. Escorra.
  4. Em uma frigideira grande, em fogo alto, aqueça o restante do azeite (2 colheres de sopa). Coloque os camarões e as vieiras.
  5. Cozinhe por cerca de 2 minutos, mexendo sempre até que o camarão fique rosado. Junte as vieiras e os camarões ao molho de tomate, misture e cozinhe por 3 a 4 minutos, ou até o molho comece a borbulhar.
  6. Sirva sobre o macarrão.

Vieiras: http://ow.ly/H4yqc 

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Tipos de frutos do mar e seus benefícios

Os frutos do mar são muito saborosos e, inclui-los em sua dieta semanal ajuda a reduzir pela metade as chances de problemas cardíacos. Eles contêm nutrientes importantes, incluindo Omega-3, que é um ácido graxo essencial, que ajuda a manter a saúde cardiovascular. Tipos de frutos do mar e seus benefícios:

OSTRfrutos-do-mar-tipos-e-beneficios-2AS

 Ostras têm nutrientes importantes, como zinco – meia dúzia de ostras fornece mais que o dobro da necessidade diária de zinco – e ômega-3, e contêm uma elevada percentagem de proteína baixas em colesterol, também contêm grandes quantidades de tirosina.

Ajudam a melhorar o humor e regular os níveis de estresse e possuem bons níveis de vitaminas A, C e B12 , que são vitais para a energia, e níveis muito bons ​​de cálcio.

frutos-do-mar-tipos-e-beneficios-5

LAGOSTA

A lagosta contém nutrientes tais como a vitamina E, que ajuda a proteger as células de danos por radicais livres, minerais do complexo B e minerais como o iodo e selênio.

Também contém menos colesterol, calorias e gordura saturada, comparadas com as carnes magras ou o camarão, e é uma proteína saudável.

MEXILHÕES

frutos-do-mar-tipos-e-beneficios-4

Possuem vitaminas como A e do grupo B, em especial o ácido fólico e vitamina B12, e minerais tais como selênio, ferro, zinco e iodo, o que é muito benéfico para as pessoas com hipotiroidismo, porque ajudam a produzir tirosina.

VIEIRAS

São uma grande fonte de proteínas e ômega-3, além de frutos-do-mar-tipos-e-beneficios-6conter vitaminas do complexo B e minerais como potássio e magnésio, não têm gordura saturada e são baixos em calorias. Graças à presença de ômega-3, tem se mostrado eficaz para ajudar na saúde do coração, pois reduz o risco de coágulos de sangue e de sofrer com problemas de demência e perda de memória.

 

 

CAMARÃO

O camarão contém frutos-do-mar-tipos-e-beneficios-1zinco, iodo e selênio, este último ajuda a função do sistema imunológico e é vital para a manutenção da função da tiroide.

São ricos em colesterol, mas pobres em gordura e calorias, fornecem cerca de 100 calorias por 100 gramas. Além disso, camarões frescos são ricos em vitamina B12.

Produtos Lapesca: http://bit.ly/1vYyILL

Lapesca Gourmet

cada dia melhor