Posts com a tag Peixe

Conheça o George!

Quem tem um aquário em casa imagina que peixes não costumam viver mais do que um ou dois anos. peixe9_recMas o peixinho dourado George já tem mais de 10 anos.

Seus donos, um casal de australianos, têm feito de tudo para que ele possa viver ainda mais, o que inclui uma cirurgia para retirar um grande tumor cerebral.

George não comia ou nadava quando o proprietário chegou ao hospital em busca de ajuda.

Em vez de sacrificar o animal ao descobrir a doença, o casal preferiu fazer uma cirurgia em George. O procedimento foi feito no Lort Smith Animal Hospital, em Melbourne.

Por ser um procedimento raro, o hospital publicou uma explicação sobre como a cirurgia de George aconteceu.

Foram usados três baldes na cirurgia: um com uma dose de anestésico pré-operatório, outro para manter o peixe anestesiado durante a operação, e o último com água limpa para a recuperação do peixe.

ad_146046768Primeiro George precisou nadar no balde com o anestésico. Quando o peixe adormeceu, Dr Tristan colocou um tubo na boca de George para que o oxigênio e a água com a dose de manutenção de anestésico do segundo balde tomasse conta de suas brânquias.

O procedimento durou cerca de 45 minutos. Depois, George foi colocado na unidade de recuperação. Ele recebeu injeções para aliviar a dor e antibióticos. O peixe começou a respirar por conta própria e começou a nadar quando os efeitos da anestesia acabaram.

Segundo o Mashable, George já voltou para casa com seus donos. Dr. Tristan Rich, o veterinário responsável, fez apenas 10 cirurgias em peixes durante sua carreira. Mas ele acredita que George pode ter ganhado uma sobrevida de mais 20 anos.

 

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

A combinação correta entre vinho e peixe

De acordo com o sommelier – profissional especialista em vinhos e seus acompanhamentos – e diretor vinhopeixeexecutivo da Associação Brasileira de Sommeliers de Campinas – São Paulo, Miguel Hatsumura, a melhor bebida para servir com este cardápio é o vinho branco.

Para ajudar na escolha do vinho ele dá dicas de como optar pela bebida de acordo com o tipo de peixe que será servido. O sommelier informa que o tipo de vinho depende da forma de preparo do peixe, mas que o ideal é sempre apostar no vinho branco. “O peixe pode ser fresco, defumado e com mais ou menos gordura. De uma maneira geral, erra-se menos optando por um vinho branco”, garante.

Quanto à forma de preparo, Hatsumura destaca que até mesmo na fritura há suas variáveis. No caso de peixe frito é preciso considerar a diversidade de tipos de frituras: com ou sem farinha, empanados ou não, a quantidade e tipo da gordura – óleo, azeite, banha ou manteiga, assim como a temperatura e tempo de permanência no fogo. “A gordura presente na fritura produz uma certa acidez no peixe. Assim, um vinho com acidez elevada, como os tintos, acompanham muito bem”, explica.

A bebida ideal o peixe ensopado vai depender também do tipo de molho escolhido. Se o vinho já foi utilizado na elaboração deste molho, o melhor a fazer será combinar com o mesmo vinho. Se o molho for leve, o vinho para acompanhar também deverá ser suave, podendo ser escolhido entre branco e tinto. Para um molho mais estruturado, denso e gordo, será melhor escolher um vinho encorpado. Os temperos empregados no molho também têm importância, garante o sommelier, pois o uso de ervas aromáticas pode mudar completamente a harmonização.

Para os peixes assados a dica permanece: vinho branco, exceto nos casos de peixes mais gordurosos. “Neste caso é possível fazer uma combinação com um tinto leve ou médio ou mesmo com um branco mais encorpado feito com uvas Chardonnay, Semillon e Viura”, afirma. A variedade da uva também é decisiva na harmonização entre peixe e vinho.

Cada tipo de uva possui suas propriedades específicas e suas regras de consumo se baseiam nas características aromáticas, a acidez e estrutura do vinho. “Os peixes combinam com o tipo de vinho que melhor se encaixa no perfil do prato. Sushi e sashimi, que são peixes crus, ficam bem com espumante brut ou vinho branco de boa acidez. Ensopado fica ótimo com espumante rosé; sardinha grelhada combina com vinho verde branco ou tinto; bacalhau fica bem com vinho branco levemente barricado (bebida produzida em barricas de madeira) ou um tinto alentejano médio”, conta.

Para o bacalhau prevalece a preferência de quem vai consumi-lo, podendo optar por vinho tinto ou branco. O diretor executivo da Associação Brasileira de Sommeliers de Campinas – São Paulo destaca que, assim como os demais pratos, o bacalhau possui diferentes formas de preparo e é este ponto que as pessoas devem levar em conta na hora de escolher a bebida que o acompanhará. “O ideal é analisar cada caso e os temperos empregados. Como regra geral, colocaria vinho branco”, sugere.

Em relação à refeição em que o peixe será servido, o horário não interfere na escolha do vinho, pois sendo dia ou noite, almoço ou jantar, as dicas para escolha são as mesmas. “A principal harmonização do vinho é com a comida. Portanto, seja almoço ou jantar, a boa combinação é que tornará o momento mais agradável e marcante e até mesmo inesquecível”, disse.

Independente disso, o sommelier alerta que é necessário conhecer as características do vinho, saber se é aromático ou não, sua acidez e a estrutura e corpo para depois escolher o peixe e a forma de preparo que melhor combina com o vinho selecionado ou vice-versa.

Conheça a Adega da Lapesca: http://ow.ly/CzA1g 

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Filé de Merluza com batata ao forno

INGREDIENTES

  • 8 filés de Merluza Lapesca
  • 4 batatas cruas (em rodelas, sem casca)84_1314_12114913894
  • 1 pimentão (cortado em rodelas)
  • 2 tomates (cortados em rodelas – as sementes ficam à preferência)
  • 1 cebola (cortada em rodelas)
  • Molho de tomate de boa qualidade
  • Orégano
  • Azeite para untar

MODO DE PREPARO

  1. Tempere os filés à seu gosto e reserve por 10 minutos
  2. Unte um refratário com azeite e faça uma camada de batata, em seguida arrume os filés sobre a batata
  3. Acrescente a cebola, o tomate, o pimentão, orégano a gosto, regue com o molho de tomate (1/2 lata)
  4. Cubra com o restante das batatas
  5. Cubra com papel alumínio e leve ao forno alto até que as batatas fiquem macias

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Filé de linguado ao forno

INGREDIENTES580_highlight

Meio quilo de filé de linguado

Meia colher (chá) de sal

1 xícara (chá) de maionese HELLMANNS light

2 bastões de palmito cortados em rodelas médias

2 colheres (chá) de salsinha picada

3 colheres (sopa) de farinha de rosca

1 tomate grande, sem sementes, picado

 

Para untar e polvilhar:

Maionese HELLMANN’S light

Farinha de rosca

 

MODO DE PREPARO

Pré-aqueça o forno em temperatura média (180°C), unte e polvilhe um refratário pequeno (26 x 16 cm) Reserve.

Em uma tigela média, junte o filé, o sal e meia xícara (chá) da maionese HELLMANN’S light, misture e dívida os filés em duas porções, faça uma camada no fundo do refratário reservado com uma das porções de filé, cubra com o palmito e salpique a salsinha. Espalhe o restante da maionese HELLMANN’S light, e cubra com o restante dos filés, polvilhe a farinha de rosca e espalhe o tomate

Leve ao forno por 20 minutos ou até dourar levemente.

Sirva em seguida

 

Tempo de preparo 30min

Rendimento 4 porções

Informações Adicionais

Substitua o palmito por brócolis refogados. DICA Dê preferência aos filés sem pele e sem espinhas.

 

Fonte da receita: Tudo Gostoso

 

Vantagens de se comer peixe.

Não tem quem não saiba que o peixe é um alimento nutritivo e deve ser consumido, pelo menos, duas voce-sabe-quais-sao-as-vantagens-de-se-comer-peixe-1-234vezes por semana, intercalando com outros tipos de carnes como, bovina, suína e aves. Mas, apesar da grande extensão do litoral brasileiro, a ingestão de peixes no Brasil ainda é muito pequena.

Para que a alimentação fique mais rica e nutritiva, deve ser incentivado o consumo de peixe visando a diminuição da ingestão de ácidos graxos saturados e o aumento de poliinsaturados ômega 3, vitaminas e minerais.

A seguir, você conhecerá as principais vantagens para a saúde obtidas através dos nutrientes presentes nos peixes.

Os peixes são ricos em proteínas de alta qualidade.

Por serem ricos em aminoácidos essenciais (substâncias não produzidas pelo nosso organismo), os peixes possuem proteínas com valor nutritivo ligeiramente superior às das carnes vermelhas (como as de boi e porco). Além disso, as proteínas dos peixes são de alta digestibilidade, favorecendo o processo de digestão.

Em geral, os peixes possuem menos gordura que a maioria das carnes bovinas e suínas.

A porcentagem de lipídeos (gorduras) da maioria dos peixes encontra-se entre 0,2 a 23,7%. Essa quantidade varia de acordo com a espécie, sexo, idade, tipo de alimentação, estação do ano (verão ou inverno) entre outros fatores. Assim, eles podem ser classificados em:

Baixo teor de gordura: menor que 2%

Médio teor de gordura: de 2 a 5%

Alto teor de gordura: acima de 5%

Os peixes de carne clara como, por exemplo, bacalhau, badejo, corvina, carpa, dourado, garoupa, linguado, pescada; apresentam menor quantidade de lipídeo que os de carne escura como, por exemplo, atum, anchova, arenque, bagre, cavala, sardinha, salmão, tainha.

Os peixes são ricos em ômega 3.

O tipo de gordura predominante nos peixes é a poliinsaturada diferentemente das carnes vermelhas, as quais contêm uma alta proporção de gordura saturada. A do tipo saturada, quando consumida em grande quantidade, pode ser prejudicial para o coração.

Dentre as “famílias” de gordura poliinsaturada, destaca-se o ômega 3, devido aos grandes benefícios proporcionados à nossa saúde, como: diminuição dos riscos de doenças cardiovasculares e acidente vascular cerebral (derrame), redução da pressão arterial, ação anti-inflamatória, diminuição das taxas de triglicérides e colesterol total no sangue.

O ômega 3 está presente, em maior quantidade, nos peixes de águas salgadas e frias, como: atum, arenque, bacalhau, sardinha e salmão. Os de águas doces, também apresentam ômega 3, mas em quantidade muito inferior quando comparados aos primeiros.

Os peixes são boas fontes de vitaminas e minerais.

Eles apresentam boas concentrações de vitaminas lipossolúveis (solúveis em gorduras), como A, E e, principalmente, D. Também são ricos em vitaminas hidrossolúveis (solúveis em água) como niacina – presente nas reações químicas de liberação de energia em nosso corpo – e ácido pantotênico – essencial no metabolismo de proteínas, carboidratos e gorduras.

Além disso, os peixes contêm vários minerais importantes como, sódio, potássio, magnésio, cálcio, ferro, fósforo, iodo, flúor, selênio, manganês e cobalto.

Os peixes são versáteis.

Outra grande vantagem dos peixes em relação às carnes de boi e porco é a facilidade em seu preparo: os frescos cozinham em pouquíssimo tempo e podem ser usados em diversas preparações, como: ao molho, empanado, assado, ensopado, cozido, grelhado, frito e até mesmo cru – desde que seja proveniente de um fornecedor que possua boas condições higiênico-sanitárias e seja de sua confiança.

Também podem ser adquiridos em conserva (enlatados), resfriados, congelados, salgados (bacalhau) e defumados (arenque, salmão ou truta).

Por causa de todas as vantagens descritas, incluir ou aumentar o consumo de peixes é uma boa atitude para obter os benefícios que os seus nutrientes essenciais fornecem.

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Como fazer churrasco de peixe

Quando pensamos em fazer churrasco, raramente pensamos em utilizar peixes, porém essa é uma ótima opção. Na realização de um churrasco são utilizados diversos tipos de carnes como carne de vaca, de frango, porco, etc. Mas se engana quem pensa que somente essas carnes podem ser utilizadas em churrascos. Um churrasco de peixe além de ser muito saboroso é extremamente saudável e oferece muitos benefícios à saúde. churrasco de peixe

A carne de peixe é muito mais nutritiva e saudável, ela possui muitas proteínas e é rica em ferro e ômega-3. O consumo de peixes diminui diversos riscos de doenças, como as cardiovasculares. Por serem fontes de vitaminas A,D e B e minerais como o cálcio e o iodo, elas oferecem também inúmeros benefícios a quem os consomem. Você quer saber como fazer churrasco de peixe? Então confira algumas dicas que preparamos e surpreenda a todos, preparando um churrasco bem diferente, saboroso e saudável.

Receba receitas e promoções exclusivas:

Como fazer um bom churrasco peixe escolhendo os peixes ideais

Existem diversas opções que são excelentes para um churrasco de peixe. Dentre as diversas opções, os mais utilizados são o Salmão, a Pescada Amarela, o Peixe Prego e a Merluza. Você também pode complementar o churrasco fazendo espetinhos de camarão.

Esses peixes além de serem muito saborosos possuem características que oferecem diversos benefícios. O Salmão por exemplo, ajuda no equilíbrio das taxas de triglicérides e colesterol. Já a Pescada Amarela possui uma carne nobre com poucas espinhas.

Outra opção muito utilizada em um churrasco de peixe que não podemos deixar de citar, é a utilização de Sardinhas. Elas podem ser temperadas com sal grosso e colocadas na grelha por cerca de 10 minutos de cada lado, na hora de servi-las o limão é uma ótima dica.

Além desses peixes citados acima, o Robalo, a Meca, a Anchova, que também são peixes que ficam muito bem em um churrasco. A imaginação e a criatividade serão responsáveis por um delicioso e diferente churrasco de peixe.

 

Como acertar no preparo de um churrasco de peixe

Você pode escolher em fazer espetinhos de peixes, complementar com frutos do mar, fazer filés de peixe grelhados ou assar o peixe inteiro, podendo rachear ele ou não. Tome cuidado ao adquirir os peixes, eles devem ser frescos e de boa qualidade. Após adquirir os peixes, eles devem ser bem limpos. Para temperar os peixes, podem ser usados alho, sal e limão.

Vale lembrar que o seu churrasco de peixe só irá ser um sucesso, se os peixes escolhidos forem de qualidade. A Lapesca é uma empresa especializada no segmento de peixes e frutos do mar. Além de oferecer peixes para churrasco, também oferece diversos outros tipos de peixes, frutos do mar, massas artesanais, dentre outros produtos da melhor qualidade.

Como acompanhamento em um churrasco de peixe, podem ser preparado legumes, saladas e um patê. Pãezinhos de alho pré prontos podem ser assados e servidos juntamente com os peixes. Você também pode preparar um saboroso molho quente para servir com a carne de pexie, irá ficar ainda mais deliciosa.

Agora que você já sabe como fazer churrasco de peixe, comece os preparativos e não se esqueça de escolher bem os peixes que você irá utilizar. Use a sua criatividade a faça muito sucesso com o seu churrasco.

Filé de Peixe ao Molho de Lulas

Ingredientes

  • 4 pedaços de peixe branco Lapesca2fffe630a35572c6528ada6a268f723e
  • 50 gramas de anéis de lula
  • 1/2 cebola cortada em cubinhos
  • 2 alhos picados
  • 1 lata de tomate pelado
  • 3 colheres de farinha de trigo
  • 1 colher de manteiga
  • azeite
  • Salsinha bem picada a gosto
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 1/2 limão

Modo de preparo

  1. Tempere os peixes com limão, sal e pimenta-do-reino. Deixe marinar por 5 minutos;
  2. Seque bem os filés e passe-os na farinha de trigo para empanar;
  3. Em uma frigideira com óleo quente, frite bem os peixes. Reserve;
  4. Em uma panela, adicione a manteiga e um pouco de azeite para refogar a cebola e o alho. Coloque um pitada de sal e pimenta-do-reino.
  5. Adicione a lula e deixe dourar um pouco. Por fim, adicione os tomates pelados e deixe ferver por uns 5 minutos.
  6. Para servir, disponha o filé de peixe no prato e coloque as lulas por cima. Finalize espalhando as salsinhas picadas.

 

Filé de Merluza à Rolê!

Ingredientes:

  • 200 gramas de queijo mussarela file+de+merluza+a+role,593-1-receita-gen
  • 1 kg Filé de merluza Lapesca
  • Sal a gosto
  • 1 Dente de alho
  • Pimentão (vermelho, amarelo e verde)
  • Limão

Modo de preparo:

  1. Acomode os filés de merluza num recipiente e adicione o sal, o limão e o alho picado.
  2. Mexa todos os ingredientes.
  3. Estique os filés numa superfície plana e adicione o queijo e as tiras de pimentões. Enrole o filé e utilize um palito (de churrasco) para fixar o recheio.
  4. Deixe assar até dourar.
  5. O tempo médio de preparo será de 15 minutos, dependendo do braseiro utilizado.
  6. Vale lembrar que o fogo muito forte vai dourar por fora e não vai assar por dentro.
  7. Depois é só servir. Bom apetite.

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Filé de Pescada Gratinado!

Ingredientes:

500 Grs de filé de Pescada Lapesca

2 Pacotes de Creme de Cebola
Suco de ½ Limão
Pimenta do reino
2 colheres de Alcaparras
Molho Bechamel
Caldo de Peixe
Queijo parmesão ralado

Confira o modo de preparo no vídeo!

Pescada Lapesca: http://ow.ly/zpnin

Lapesca Gourmet
cada dia melhor

Moqueca Capixaba!

Aprenda a preparar a verdadeira Moqueca Capixaba! Uma delícia, leve e muito saborosa.

Ingredientes:

  •  1 kg Peixe lombo de cação branco(ou posta do peixe de sua preferência)

    moqueca capixaba

    moqueca capixaba

  • ½ kg Camarão descascados  (opcional)
  • 2 Cebolas grandes picadas
  •  4 Tomates grandes picados
  • 2 Dentes de alho picados
  •  Suco de 1 1/2 limão
  • 1 maço de coentro picado
  • 1 colher de sobremesa de colorau
  • Azeite de oliva

   Modo de Preparo:

  1. Tempere o peixe com o suco de um limão e uma colher de sopa de sal, reserve.
  2. Em outro recipiente tempere o camarão com suco de 1/2 limão e meia colher de sal (reserve).
  3. Numa panela grande, frite a cebola com duas colheres de azeite, adicione o alho e em seguida o colorau.
  4. Junte o tomate e 1/4 do coentro, se necessário coloque somente um pouquinho de água para ajudar a amolecer o tomate.
  5. Deixe o molho apurar, deve ficar um molho de tomate grosso.
  6. Com o molho pronto, na mesma panela, coloque as postas de peixe e os camarões com os seus temperos, cozinhe tudo por 15 minutos.(se o camarão for pré-cozido adicione somente nos 5 minutos finais) Dica: não adicione água de forma alguma.
  7. Durante o cozimento, evite usar colher para não quebrar as postas do peixe. Sacuda a panela para que o molho cubra as postas e para que elas não grudem no fundo da panela.

Obs.: Não cozinhe mais do que quinze minutos para que o peixe e os camarões não fiquem emborrachados.

Finalização:

1.    Depois de pronto, regue com três colheres de sopa de azeite.
 2.    Salpique com o restante do coentro.
 3.    Sirva na própria panela de cozimento.

Dicas:

– Sirva com arroz branco e pirão.

Pirão:

 1.    Pegue um pedaço pequeno de peixe e cozinhe com ½ litro de água.
 2.    Desfie o peixe e deixe na água.
  3.    Junte duas conchas do molho de tomate da moqueca.
4.    Sal a gosto.
 5.    Junte aos poucos a farinha de mandioca,  mexa com colher de pau até formar um purê.
  6.    Salpique um pouco de cebolinha por cima.