Posts com a tag Receitas

Filé de Merluza Frito

O filé de merluza é uma excelente opção na hora da escolha por um tipo de peixe que tem carne consistente e se adapta a várias formas de preparar.

Um exemplo é essa prática receita de Filé de Merluza Frito.Apresentação sem título (47)

Ingredientes

  • 4 filé(s) de merluza Lapesca
  • quanto baste de limão para temperar
  • quanto baste de sal para temperar
  • quanto baste de coentro para temperar
  • quanto baste de pimenta-do-reino branca moída(s)
  • quanto baste de farinha de trigo para empanar
  • quanto baste de ovo para empanar
  • quanto baste de fubá para empanar
  • quanto baste de Óleo de soja para fritar

Modo de Preparo

  1. Tempere o filé de merluza com limão (bastante) sal e coentro, se desejar coloque pimenta do reino moída (bem pouco).
  2. Deixe descansar neste tempero por umas 3 horas.
  3. Prepare um travessa com farinha, ovo batido e fubá.
  4. Passe os filés de merluza na farinha, depois no ovo e após no fubá, e coloque em óleo quente, ele irá fritar por completo e ficar sequinho.

Merluza Lapesca:

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Benefícios da Sardinha Portuguesa

De acordo com especialistas, a sardinha é uma fonte de saúde inestimável. Além de rica em proteína, cálcio e vitamina B12, seu consumo auxilia na prevenção de doenças do coração, e é fundamental para a Apresentação sem título (42)memória e os ossos. 

A Sardinha ainda tem a função de prevenção contra a baixa de vitamina D. Essa vitamina está presente em grande quantidade nesse “peixe do povo”. A vitamina D auxilia na absorção do cálcio, e a sardinha também é rica em cálcio. O consumo ajuda na prevenção e também no tratamento de quem sofre deficiência da vitamina D”.

Outro ponto forte desse pescado é o tão falado ômega-3. Muita gente pode estranhar, porque é comum pensar que esse nutriente é típico de peixes de águas gélidas e profundas. E como a sardinha, que aprecia temperaturas amenas, seria tão rica em ômega-3?

Pesquisas mostram que a sardinha passa por várias marés de água quente e fria e usa ômega-3 como combustível energético. Ela não é como os outros peixes, que comem algas para obter o omega-3. É provável que, por isso, ela seja tão rica nesse nutriente. 

Mas qual seria a melhor forma de aproveitar esses benefícios?

De acordo com nutricionistas, é preferível a forma natural do animal. O ideal seria comer o peixe assado, cozido ou grelhado, até três vezes por semana. Entre os benefícios para a saúde estão a prevenção da depressão, doenças do coração, do pulmão e o fortalecimento da memória.

RECEITA
Sardinha assada com crosta de gergelim 

Ingredientes
» 500g de sardinha Lapesca
» Sal a gosto
» 2 limões
» 4 colheres de sopa de ervas secas (salsinha, cebolinha, coentro, entre outros)
» 4 colheres de sopa de gergelim claro ou escuro
» Azeite extravirgem

Modo de preparo
» Limpe as sardinhas tirando suas escamas. Misture em uma vasilha o sal e as ervas secas.
» Regue as sardinhas com o suco dos limões e tempere utilizando a mistura acima.
» Acrescente o gergelim, deixando uma crosta sob as sardinhas. Deixe descansar por cinco minutos.
» Asse por cinco minutos em fogo alto. Acrescente um fio de azeite extra virgem após assado.
» Servir acompanhado de salada de folhas e um purê de batata.

Sardinha Portuguesa: http://bit.ly/1pWylvL

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Filé de peixe gratinado

Uma das melhores maneiras de preparar o peixe é gratinado!

É muito prático e saboroso. Experimente!

Ingredientes

  • 600g de filé de merluza, merluza austral, tilápia ou pescada brancaApresentação sem título (23)
  • 2 colheres (chá) de sal
  • 2 dentes de alho picados
  • 3 colheres (sopa) de suco de limão
  • 1/2 colher (sopa) de azeite
  • 1 lata de creme de leite desnatado
  • 3 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

Modo de preparo

  1. Em uma tigela, tempere os filés de peixe com sal, alho e limão.
  2. Cubra com filme plástico e reserve por 15 minutos.
  3. Preaqueça o forno a 180º (médio).
  4. Unte um refratário com azeite.
  5. Arrume os filés na travessa, cubra com creme de leite, polvilhe com queijo ralado e leve ao forno médio, preaquecido, até que ao espetar a ponta do peixe com um garfo ele se parta em lascas (cerca de 20 minutos).
  6. Sirva em seguida com acompanhamento de sua preferência.

Escolha o peixe de sua preferência aqui: http://ow.ly/ER0bB 

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Robalo com purê de banana

Ingredientes:

  • 200g de banana (2 unidades)
  • 200g de Robalo Lapesca
  • 90ml de leite
  • água
  • Sal
  • Pimenta
  • azeite
  • 100g de abobrinha
  • 100g de alho poró
  • 100g de cenoura

Veja o modo de preparo no nosso vídeo!

Robalo Lapesca: http://ow.ly/BDZiG

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Peixe faz bem para a saúde?

Peixe é bom para tudo, isso mesmo! Quando falamos em alimentação saudável, a maioria das pessoas já pensam em peixe, e não é á toa, comer peixe trás muitos benefícios para a saúde.

Os peixes possuem cerca de 20% em sua composição de proteína de ótima qualidade, rica em aminoácidos

5879283a907f0b67dca4b8285d706b2b não essenciais, isto é, que não são produzidos pelo organismo. E quanto ao teor de gordura tão temido por todos? Quando falamos em peixes, não devemos ter a imagem tão negativa que temos, por exemplo, quando pensamos na carne vermelha, que tem gordura saturada em excesso.

O peixe é uma carne com baixo teor de gordura e o tipo predominante é a polinsaturada. Com grande destaque para as gorduras do tipo ômega 3, presente em peixes como sardinha, salmão, arenque e atum, onde os estudos mostram ser um nutriente anti-inflamatório que auxilia na redução do risco de doenças cardiovasculares, diminuição dos triglicerídeos e colesterol e até mesmo na obesidade.

Peixe cru é mais saudável?

Como hoje os restaurantes de comida japonesa se multiplicam pelo país, uma dúvida muito frequente é: É melhor o peixe cru? Ele conserva mais os nutrientes? etc… Vamos a resposta. Qualquer alimento submetido ao calor, perde algum nutriente original, mas o destaque no peixe é o teor de proteínas, gordura de boa qualidade e vitaminas lipossolúveis (A, D e E), por isso o “prejuízo” não é significativo em relação ao peixe cru. E quando falamos em peixe cru não se esqueça de consumi-lo somente em locais confiáveis, pois sendo o pescado um alimento altamente perecível, os índices de contaminação são elevadíssimos. Por isso, se não está tão seguro quanto ao local, dê preferência ao peixe assado, grelhado ou cozido ao invés do cru.

Sempre fique atento à forma de preparo. Nada de consumir peixe frito achando que vai ter algum benefício, muito pelo contrário. E a carne de peixe por ser muito tenra, é fácil de cozinhar e pega bem o sabor de ervas como tomilho e alecrim, por exemplo.

Veja essa receita bem fácil e deliciosa de salmão com alho e alecrim. Coloque seu lado mestre-cuca para fora e aproveite todos os benefícios que esse superalimento pode trazer para a sua saúde.

Salmão com alho e alecrim 

Ingredientes:

2 filés de salmão Lapesca

2 alhos inteiros com casca

3 colheres de sopa de suco de limão

1 colher de chá de alecrim desidratado

¼ de xícara de azeite extra virgem de oliva

Modo de fazer:

1- Pré-aqueça o forno a 150º C . Envolva os alhos de maneira frouxa com papel manteiga (de preferência) e coloque diretamente no forno;

2- Asse o alho por 45 minutos ou até os dentes estarem bem macios quando testados com um garfo. Retire os alhos do forno e deixe esfriar;

3- Descasque, descartando a pele. Num processador combine o alho, suco de limão, azeite e alecrim e deixe processar até virarem um purê;

4- Passe este purê no salmão. Coloque o salmão em uma travessa e deixe assar por 20 a 30 minutos.

Para adquirir os melhores peixes com a melhor qualidade, acesse: http://lapesca.com.br/