Novas espécies de peixes!

Duas novas espécies de bagre foram encontradas por pesquisadores na Baixada Santista. A descobertapeixes111 ocorreu durante coletas feitas no Rio Cubatão, nas mediações do bairro Água Fria, na região do Parque Estadual da Serra do Mar; e no Rio Quilombo, na Área Continental de Santos, no litoral de São Paulo. Os pesquisadores do Laboratório de Peixes Continentais (Lapec) da Universidade Santa Cecília (Unisanta) foram os responsáveis pela identificação.

Sobre as espécies encontradas, a Pimelodella sp., presente no Rio Quilombo, apresenta um colorido diferente. Em comparação com outras espécies, que têm coloração marrom clara, esse peixe tem uma aparência mais arroxeada. Além disso, o filamento que sobressai pelo canto da boca, chamado de barbilhão, é mais curto. Já a Rineloricária sp., encontrada em Cubatão, tem na ausência de placas ósseas no abdômen a sua principal diferença no que diz respeito às outras espécies do gênero.

Fora os dois novos tipos de bagre, ainda foram registradas ocorrências do peixe “cambeva” (Listrura camposi), espécie ameaçada de extinção e conhecida, até então, apenas no Rio Juquiá, no Vale do Ribeira; e do peixe-charuto (Apareiodon sp.), na Baixada Santista. De acordo com os pesquisadores, não há relatos anteriores da captura desse peixe em rios costeiros, entre os estados do Rio Grande do Sul e Bahia.

Receba receitas e promoções exclusivas:

Tags: , , , , ,

1 comment

  1. Daniel Rodrigues de Magalhães 31 de dezembro de 2016 at 16:49 Reply

    Já pesquei muita cambeva aqui em Minas Gerais ! Era só chover que apareciam de monte !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *