Posts na categoria Notícias

Camarão na manteiga com vinho

Prove essa deliciosa receita de Camarão na manteiga com vinho.

Rápido, prático e muito saboroso.
Assista o modo de preparo no vídeo.

Ingredientes

  • 3 dentes de alho picados
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 maço de salsinha picado
  • 500 g de camarão sem casca
  • Suco de 1/2 limão
  • 5 colheres (sopa) de vinho branco seco
  • Sal e pimenta a gosto

Camarão Lapesca: http://ow.ly/IcZGJ

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Festival de Verão!

post_lapesca_janeiro_promo_2

 

Não perca essa promoção!

Acesse nosso site e confira: http://ow.ly/BPSsI

Lapesca Gourmet

cada dia melhor!

Truta ao vinho assada na grelha

Uma maneira rápida, fácil e deliciosa de cozinhar truta.

Faça essa receita de Truta ao vinho assada na grelha.

Ingredientes

  • 2 trutas LapescaApresentação sem título (74)
  • 1/4 xícara de vinho branco seco
  • 2 colheres (sopa) de manteiga, derretida
  • 1 colher (sopa) de suco de limão
  • 2 colheres (sopa) de salsa fresca picada
  • 1 pitada de sal e pimenta a gosto

Modo de preparo

  1. Esquente a churrasqueira.
  2. Em uma superfície plana, coloque duas folhas de papel de alumínio de cerca de 18 centímetros de comprimento, para que eles se sobreponham fazendo uma longa folha.
  3. Lave e seque as trutas. Coloque os peixes no centro do papel alumínio.
  4. Regue com vinho branco, manteiga derretida e suco de limão.
  5. Tempere com sal, salsa e pimenta.
  6. Dobre a folha frouxamente ao redor dos peixes e feche bem.
  7. Coloque o pacote sobre a grelha e asse por 15-20 minutos ou até que o peixe esteja cozido.
  8. Sirva em seguida.

Truta Lapesca: http://ow.ly/HLXBh

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Benefícios de comer peixe!

As pessoas com mais de 65 anos que comem peixe podem viver, em média, dois anos a mais do que pessoas que não consomem os ácidos-graxos ômega-3 encontrados principalmente nos frutos do mar, sugeriu um estudo de Harvard que analisou dados de 2.700 pessoas com mais de 65 anos.Apresentação sem título (72)

Segundo a pesquisa, pessoas com níveis mais altos de ácidos-graxos ômega-3 também tiveram um risco geral de morrer 27% menor e um risco de morrer de ataque cardíaco 35% inferior ao de indivíduos com as mesmas características, mas níveis sanguíneos da substância inferiores.

Enquanto outros estudos demonstraram um vínculo entre ácidos-graxos ômega-3 e um risco menor de desenvolver doenças cardíacas, esta pesquisa examinou registros de pessoas mais velhas para determinar qualquer vínculo entre o consumo de carne de peixe e o risco de morrer.

Os cientistas analisaram dados de 16 anos de cerca de 2.700 adultos americanos com 65 anos ou mais. Aqueles considerados no estudo não ingeriam suplementos de óleo de peixe de forma a evitar a confusão sobre o uso de suplementos e diferenças na dieta.

As pessoas com níveis sanguíneos maiores de ácidos-graxos ômega-3, encontrados sobretudo em peixes como salmão, atum, halibute, sardinha, arenque e cavala, tiveram os menores riscos de morrer de qualquer causa e viveram, em média, 2,2 anos a mais do que aquelas com níveis baixos das substâncias.

Os cientistas identificaram o ácido docosahexaenoico (DHA) como o mais fortemente vinculado a um risco inferior de doença cardíaca coronariana. O ácido eicosapentaenoico (EPA) foi fortemente relacionado a um risco menor de ataque cardíaco não fatal, enquanto o ácido docosapentaenoico (DPA) foi mais fortemente associado a um risco menor de morrer de acidente vascular cerebral.

peixes-beneficios_vale_esteAs descobertas persistiram quando os pesquisadores fizeram ajustes demográficos, de estilo de vida e dietéticos. “Nossas descobertas sustentam a importância de níveis sanguíneos adequados de ômega-3 para a saúde cardiovascular e sugerem que mais tarde na vida estes benefícios podem na verdade prolongar os anos restantes”, afirmou o principal autor do estudo, Dariush Mozaffarian, professor associado do Departamento de Epidemiologia da Escola de Saúde Pública de Harvard.

“A melhor relação custo-benefício é passar de nenhuma ingestão à ingestão moderada, ou cerca de duas porções de peixes ricos em ácidos-graxos por semana”, disse Mozaffarian.

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Camarão no bafo com alho e azeite

Conheça o famoso Camarão no bafo com alho e azeite. A versão mais gostosa, simples e divertida de comer camarão.

E também a mais fácil de ser feita.

IngredientesApresentação sem título (70)

  • Camarão Pistola, 500 g
  • Alho, 5 dentes
  • Azeite, a gosto
  • Sal, a gosto
  • Pimenta dedo de moça, 1

Modo de Preparo

  1. Em uma panela, de preferência de barro, aqueça o azeite, refogue o alho até soltar o aroma.
  2. Acrescente o camarão, tempere com sal, um pouco mais de azeite e a pimenta dedo de moça.
  3. Tampe a panela e deixe cozinhar no bafo por 15 minutos.

Camarão Lapesca: http://ow.ly/HrTHc

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Promoção da Semana!

post_lapesca_janeiro_promo

Não perca essa promoção!

Acesse nosso site e confira: http://ow.ly/BPSsI

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Tipos de frutos do mar e seus benefícios

Os frutos do mar são muito saborosos e, inclui-los em sua dieta semanal ajuda a reduzir pela metade as chances de problemas cardíacos. Eles contêm nutrientes importantes, incluindo Omega-3, que é um ácido graxo essencial, que ajuda a manter a saúde cardiovascular. Tipos de frutos do mar e seus benefícios:

OSTRfrutos-do-mar-tipos-e-beneficios-2AS

 Ostras têm nutrientes importantes, como zinco – meia dúzia de ostras fornece mais que o dobro da necessidade diária de zinco – e ômega-3, e contêm uma elevada percentagem de proteína baixas em colesterol, também contêm grandes quantidades de tirosina.

Ajudam a melhorar o humor e regular os níveis de estresse e possuem bons níveis de vitaminas A, C e B12 , que são vitais para a energia, e níveis muito bons ​​de cálcio.

frutos-do-mar-tipos-e-beneficios-5

LAGOSTA

A lagosta contém nutrientes tais como a vitamina E, que ajuda a proteger as células de danos por radicais livres, minerais do complexo B e minerais como o iodo e selênio.

Também contém menos colesterol, calorias e gordura saturada, comparadas com as carnes magras ou o camarão, e é uma proteína saudável.

MEXILHÕES

frutos-do-mar-tipos-e-beneficios-4

Possuem vitaminas como A e do grupo B, em especial o ácido fólico e vitamina B12, e minerais tais como selênio, ferro, zinco e iodo, o que é muito benéfico para as pessoas com hipotiroidismo, porque ajudam a produzir tirosina.

VIEIRAS

São uma grande fonte de proteínas e ômega-3, além de frutos-do-mar-tipos-e-beneficios-6conter vitaminas do complexo B e minerais como potássio e magnésio, não têm gordura saturada e são baixos em calorias. Graças à presença de ômega-3, tem se mostrado eficaz para ajudar na saúde do coração, pois reduz o risco de coágulos de sangue e de sofrer com problemas de demência e perda de memória.

 

 

CAMARÃO

O camarão contém frutos-do-mar-tipos-e-beneficios-1zinco, iodo e selênio, este último ajuda a função do sistema imunológico e é vital para a manutenção da função da tiroide.

São ricos em colesterol, mas pobres em gordura e calorias, fornecem cerca de 100 calorias por 100 gramas. Além disso, camarões frescos são ricos em vitamina B12.

Produtos Lapesca: http://bit.ly/1vYyILL

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Lagostas grelhadas

A lagosta contém nutrientes tais como a vitamina E e contém menos colesterol, calorias e gordura saturada além de ser uma proteína saudável.

A receita de hoje traz uma Lagosta grelhada para você saborear com sua família nesse começo de ano!

Ingredientes

  • 1 colher (sopa) de suco de limão (ou mais se desejado)Apresentação sem título (53)
  • 120 ml de azeite de oliva
  • 1 colher (chá) de sal
  • 1 colher (chá) de páprica
  • 1 pitada de pimenta-do-reino branca
  • 1 pitada de alho desidratado (ou 1 dente de alho picado)
  • 2 caudas (280 g) de lagosta

Modo de preparo

  1. Preaqueça a churrasqueira em fogo alto.
  2. Esprema o suco de limão dentro de uma tigela pequena e, devagar, acrescente o azeite, misturando bem.
  3. Em seguida, adicione o sal, a páprica, a pimenta-do-reino branca e o alho, voltando a misturar tudo.
  4. Com uma faca grande, corte as caudas de lagostas ao meio, no sentido do comprimento.
  5. Depois, pincele a carne das laterais das caudas com a marinada.
  6. Unte levemente a grelha com óleo. Coloque as caudas, com a carne virada para baixo, na churrasqueira preaquecida.
  7. Asse tudo por 10 a 12 minutos, virando uma vez, e regando frequentemente com a marinada. Jogue fora o que sobrar da marinada.
  8. A lagosta estará pronta quando estiver opaca e firme ao toque.

Lagosta Lapesca: http://bit.ly/13DxJ8V

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Paella à Marineira

Que tal começar o ano com uma ótima receita de Paella à Marineira?

Acompanhada de um bom vinho é o pedido perfeito para hoje!

INGREDIENTES

  • 500 g de garoupa
  • 500 g de marisco da pedraApresentação sem título (51)
  • 500 g de carne de siri
  • 500 g de lula
  • 500 g de polvo
  • 1 kg de camarão sem casca
  • 2 kg de camarão com casca
  • 500 g de cabeça e espinha de peixe (para o caldo)
  • 1 kg de cebola de cabeça
  • 800 g de ervilhas frescas congeladas
  • 1 kg de tomate sem pele e sem sementes
  • 200 g de pimentão amarelo sem pele e sem sementes
  • 200 g de pimentão vermelho sem pele e sem sementes
  • 200 g de pimentão verde sem pele e sem sementes
  • 50 g de açafrão da terra
  • 200 g de alho
  • 2 kg de arroz parborizado (Kiarroz)
  • 1 pimenta dedo-de-moça sem semente picada
  • 1 colher de chá de curry
  • Sal a gosto
  • 1 colher de chá de páprica

MODO DE PREPARO

Modo de preparo do caldo de peixe:

  1. 3 litros de água, 1 colher de açafrão, cabeça e espinhas de peixe
  2. ferver por 15 minutos e coar
  3. modo de preparo da paella:
  4. Em uma paelleira doure a cebola de cabeça em azeite de oliva, em seguida o alho em lâminas, junte a garoupa em cubos, a carne de siri, o polvo em pedaços, a lula em anéis, o marisco, tomate e pimentão
  5. Cozinhar por 20 minutos
  6. Acrescente o arroz, camarão, ervilhas, açafrão, curry, páprica e o caldo do peixe conforme necessário para o cozimento do arroz
  7. tampe
  8. se não tiver uma tampa, use papel de alumínio para cobrir a paelleira enquanto o arroz cozinha
  9. Após o arroz ficar no ponto, regue a paella com azeite de oliva extra-virgem e decore com os camarões com casca cozidos e rodelas de pimentões nas três cores

Lapesca: http://bit.ly/1vYyILL

Lapesca Gourmet

cada dia melhor

Aquário do Pantanal

Com inauguração prevista ainda neste ano, o Aquário do Pantanal começa a receber exemplares das mais de 300 espécies previstas para o acervo.

Cerca de 600 peixes de 25 espécies diferentes passam por um processo de adequação – Quarentena -na 177248_IMG_3319g5sssede da Polícia Militar Ambiental (PMA), para posterior transferência para o aquário. De acordo com o diretor da empresa responsável pelo projeto científico, Geraldo Augusto, espécies dos quatro cantos do mundo farão parte do maior aquário de água doce da América Latina.

“As espécies que já estão aqui são, na maior parte, proveniente de doações. Algumas já eram criadas em cativeiro e outras estão vindo da fauna natural. A prioridade é receber as espécies da região e por último receberemos peixes vindos da bacia amazônica e de todos os continentes”, revelou.

Para o processo de adaptação destes animais, uma estrutura de aproximadamente 1,5 mil metros quadrados foi montada na PMA. São 40 tanques, mais três de tamanho maior, que abrigam os animais. ”

Até o momento, são utilizados 130 mil litros de água. A previsão é de utilizar 250 mil litros durante a quarentena e 1 milhão de litros no aquário”, explica o biólogo José Sabino, que coordena os cuidados com os peixes. O aquário deve abrigar espécies raras que necessitam de tratamento individualizado. “Por hora, já recebemos alguns exemplares de Pintados Albinos que são uma raridade na natureza.

Mas ainda deve vir muitas espécies raras e o tratamento de todos os animais passa por um processo minucioso, quase que individual. Verificamos temperatura e qualidade da água. Cada espécie precisa de cuidados diferentes e estamos atentos a isso.

Por exemplo, os animais que saíram da natureza agora, continuam recebendo alimentação natural. Os de cativeiro, são tratados com ração”, completou o biólogo. Conforme a empresa Anambi, responsável pelo projeto científico, nenhum peixe morreu durante o transporte, porém, 15 deles, não resistiram à etapa de quarentena e acabaram morrendo posteriormente.

“São animais de pequeno porte e que, provavelmente já apresentavam algum tipo de enfermidade. Não houve tempo hábil para o diagnóstico, mas a estrutura que temos é suficiente para cuidar da saúde dos peixes”, explicou o diretor Geraldo. Além dois peixes, o Aquário também vai abrigar répteis, especialmente os pertencentes à região do Pantanal.

Estes animais chegam por último, tendo em vista, que a grande maioria já é de cativeiro e eles não precisarão passar pela quarentena. Um novo lote de peixes deve chegar no próximo sábado. Conforme o biólogo, serão feitas remessas diariamente e, dentro de duas semanas, o Aquário do Pantanal já terá recebido pelo menos 70% dos animais.

A inauguração oficial ainda será anunciada pelo governador André Puccinelli (PMDB). Segundo os responsáveis pela quarentena, em aproximadamente 20 dias, todos os animais devem ser acomodados em seus respectivos lugares. No total, o Aquário deve reunir cerca de 12,5 mil exemplares de peixes.

Lapesca Gourmet

cada dia melhor